Empresa brasileira aposta em app de gamificação para varejo

Empresa brasileira aposta em app de gamificação para varejo

Raul Schikmann, Fernando Akio Paiva e Vinícius Cipullo reuniram sua expertise em projetos para o varejo e criaram a primeira plataforma estruturada do Brasil através da utilização da gamificação, uma tendência que já toma conta do mercado há alguns anos, para aumentar, de forma lúdica e atual, a performance de equipes de vendas.

A empresa, recém fundada, se propõe a reunir, em um único lugar, campanhas, premiações, metas, treinamentos e indicadores de performance com regras para a evolução de cada colaborador na ferramenta, que pode funcionar como uma verdadeira rede social interna, unindo esforços em torno de um mesmo ideal.

Segundo Raul Schikmann, que há mais de 15 anos trabalha com reestruturação e melhoria de performance, ocupando posições de diretoria em consultorias como KPMG e Alvarez & Marsal, entre os grandes focos da Level estão empresas varejistas, independentemente do setor, de vestuário a eletrodomésticos, de óculos a telefonia, de veículos a cosméticos.

Raul explica que a ideia surgiu a partir das necessidades observadas em alguns dos projetos em que atuavam: “Percebíamos esforços das empresas em estimular os colaboradores e desenvolvê-los, porém, sem o total aproveitamento dos recursos tecnológicos hoje disponíveis. Segundo ele, além do varejo, a plataforma prevê a ampliação para outros mercados: “todas as empresas que tiverem times adeptos a novas tecnologias e trabalharem em busca de resultados podem ser nossos usuários, como os call centers”.

“Empresas de varejo são extremamente dinâmicas; os times geralmente são formados por gente conectada a novidades e tendências de mercado”, lembra Fernando Akio Paiva, que já foi responsável, por 3 anos, pelas políticas de remuneração variável e incentivos de uma grande rede varejista de moda brasileira. Ele completa: “hoje, funcionam muito bem as ações voltadas a redes sociais. Então, pensamos em algo que pudesse trazer esse dinamismo para dentro das ações de RH”.

Vinícius Cipullo, responsável pelo desenvolvimento do app, enfatiza as vantagens da utilização da tecnologia para, de maneira customizada, preparar campanhas específicas de incentivos e treinamentos focados no desenvolvimento de perfis distintos de colaboradores: “o diferencial de nossa plataforma é conseguir consolidar, em um único app, as soluções voltadas a aumento de engajamento e desenvolvimento de colaboradores, atacando as frentes que influenciam diretamente na performance de vendas”, reforça.

O app já está em fase de implementação em redes varejistas. “No momento atual, de retração forte de vendas devido à pandemia, as empresas estão enxergando o app como uma alavanca chave para impulso das equipes”, comenta Vinícius. Os números de cases similares no exterior são promissores, o que faz com que o quarteto esteja certo dos resultados que trarão a seus clientes: “em casos nos quais a gamificação já é utilizada de maneira estruturada, o aumento de vendas pode ultrapassar os 40%”, explica Fernando.

“O mercado está sempre em busca de maneiras simples de melhorar performance para reduzir o turnover de funcionários, aumentar seu engajamento e atingir os resultados projetados. Por isso, nossa proposta é alinhar o propósito de cada empresa entre colaboradores e acionistas, gerando conexão e consequente engajamento orgânico, o que melhora consideravelmente as vendas”, finaliza Raul.

A tendência da gamificação para aumento de engajamento

A tendência da gamificação para aumento de engajamento

A Level Engajamento e Performance é o resultado da união de mais de 15 anos de expertise de seus colaboradores em consultoria para o varejo. Com o objetivo de alinhar o propósito entre colaboradores, gestão e acionistas por meio da gamificação, a empresa replica no Brasil um movimento que já está sendo adotado há anos em outros países.

“A gamificação como ferramenta de engajamento para o varejo é algo relativamente novo por aqui”, explica Raul Schikmann, sócio da empresa: “o formato de competições  para gerar interação entre as pessoas, ou mesmo para criar campanhas, começou a ganhar popularidade nos últimos anos, mas não havia ainda uma plataforma estruturada com a visão voltada a performance, que proporcionasse aos gestores reunir, em um só lugar, competições, acompanhamento de metas, treinamentos e premiações”, enfatiza ele.

Quais as vantagens da gamificação? “A primeira informação que precisamos levar em conta é que, nas empresas, no geral, 2 entre cada 3 colaboradores estāo insatisfesitos e também pouco engajados com suas tarefas do dia a dia, sejam elas voltados a vendas ou a outras finalidades. Infelizmente, esse é um panorama recorrente”, lembra Raul. Através do aumento do engajamento, ganha-se em satisfação dos clientes e vendas, um crescimento, segundo os criadores da plataforma, de uma ordem de 18% e 28%, respectivamente, além de cerca de 32% menor turnover de colaboradores.

“A maior vantagem, ao nosso ver, é o fortalecimento dos elos entre acionistas e gestores e também entre gestores e colaboradores. Ao contrário de metas consideradas enfadonhas e desmotivadoras, temos uma ferramenta que traz, de forma divertida e atual, um aumento natural de performance”, explica o empresário. A explicação estaria no acionamento, por meio da plataforma, das 5 alavancas intrínsecas à motivação humana: autonomia, recompensa, propósito, progresso e interação social.

O app já está em fase de implementação em redes varejistas. Os números de cases similares no exterior são promissores, e a promessa é repetir o sucesso por aqui: “o mercado está sempre em busca de maneiras simples de melhorar performance e, em tempos de crise como a que estamos vivendo, trilhar esse caminho de uma forma mais orgânica é ainda melhor”, finaliza Raul.

Pin It on Pinterest