Grupo de educação irlandês dobra quantidade de bolsas para cursos de tecnologia

Grupo de educação irlandês dobra quantidade de bolsas para cursos de tecnologia

O Grupo SEG é detentor das marcas SEDA COLLEGE, uma escola de idiomas localizada em Dublin, e eleita por três anos consecutivos como a melhor do país; SEDA COLLEGE Online, plataforma de cursos de idiomas 100% online; e a SEDA Intercâmbios, franquia de agência de intercâmbios. 

Os interessados nos cursos de Data Science, Full Stack e Cyber Security devem realizar um teste online no site www.skilllabbrasil.com.br/bolsas. As provas vão acontecer entre os dias 12 e 17, e o resultado será divulgado no dia 19 de janeiro. As aulas começam entre os dias 26 e 27 de janeiro de 2021.

As aulas serão transmitidas ao vivo para todo o Brasil e a área do aluno em ambiente virtual é interativa, potencializando o aprendizado de adultos por meio de uma experiência incrivelmente rápida, fácil e dinâmica. Todos os cursos são intensivos, com no máximo seis meses de duração. “O curso habilita profissionais experientes em um nova área de atuação ou mesmo a iniciar uma nova profissão”, afirma o CEO, Helicon Alvares. 

A escola conta com professores especializados, além de um fórum que permite a troca de experiências entre os participantes e avaliações 100% práticas. Todo o material ficará à disposição dos alunos por até seis meses após o término do curso. O valor original dos cursos varia entre R$ 7 e R$ 10 mil. 

Serviço:

200 bolsas de estudo de até 100%

Curso de Data Science, Full Stack e Cyber Security

Inscrições até 11 de janeiro em  www.skilllabbrasil.com.br/bolsas

Resultados em 19 de janeiro

Aplicativo de educação que é febre entre alunos e professores estreia em português

Aplicativo de educação que é febre entre alunos e professores estreia em português

A Kahoot!, empresa global de plataforma de aprendizagem, lançou hoje uma nova edição de seu app para dispositivos móveis Kahoot! em português brasileiro. A ação faz parte do esforço da empresa de se tornar acessível nos idiomas nativos de sua comunidade global de usuários. Com mais de um bilhão de jogadores em 200 países nos últimos 12 meses, a Kahoot! tem o compromisso de capacitar pessoas de todas as idades ao redor do mundo, na sala de aula, no trabalho e em casa.

“Com uma comunidade de usuários verdadeiramente global e diversa, estamos empenhados em oferecer uma experiência relevante e significativa para todas as pessoas, independentemente da idade, do local onde vivem ou do idioma que falam”, disse Eilert Hanoa, CEO da Kahoot!. “Proporcionar a experiência do app para dispositivos móveis em mais idiomas é importante para tornar o aprendizado mais acessível, intuitivo e relevante para usuários do mundo todo. Estamos entusiasmados por oferecer o app em português brasileiro e fazer com que aprender seja bom demais para nossos usuários ao redor do mundo”.

Desde seu lançamento em 2013, a Kahoot! deixou de ser uma ferramenta de aprendizagem para sala de aula e se transformou na plataforma preferida, combinando aprendizagem virtual, na sala de aula, em casa, além de ser possível envolver equipes de trabalho e conectar famílias e amigos, pessoalmente ou de maneira virtual. Agora, os usuários, incluindo professores, alunos, pais e equipes de trabalho, poderão navegar no app Kahoot!, organizar kahoots ao vivo, atribuir desafios, compartilhar e participar de jogos, tudo em português brasileiro.

“O app Kahoot! é uma ótima ferramenta porque desperta o interesse dos alunos e possibilita que eles percebam o quanto progrediram”, disse Helen Lúcia, professora de Negócios, Ética e Inglês do Rio de Janeiro. “Os alunos se sentirão mais confiantes com o app em português, já que poderão navegar e encontrar novos jogos e conteúdo no próprio idioma. Além do mais, meus colegas de profissão poderão utilizar kahoots em suas aulas”.

Segundo uma pesquisa do portal de notícias LABS, quase 50% das escolas brasileiras adotaram uma ou mais soluções EdTech novas durante a pandemia. Atualmente, com a migração das aulas, trabalho e encontros sociais para os ambientes virtuais, o uso da plataforma Kahoot! cresceu rapidamente no Brasil, com mais de 22 milhões de jogadores participantes no último ano. O português brasileiro é o terceiro idioma mais falado no Kahoot!, e fornecer o app para dispositivos móveis nesse idioma foi um passo muito importante para tornar a plataforma mais acessível a usuários de todo o mundo.

O app Kahoot! em português já está disponível para download na App Store for iOS, na Google Play Store para Android e na Huawei AppGallery. Os usuários também poderão experimentar um jeito envolvente de aprender idiomas por meio de recursos visuais e brincadeiras imersivas com o Drops, disponível para download em dispositivos iOS e Android.

Para saber mais sobre o app Kahoot! em português, assim como a divulgação de suporte aos idiomas francês e norueguês, leia nossapostagem no blog.

Acesse a página em inglês, Kahoot!News, e fique por dentro das novidades e atualizações da empresa.

Sobre a Kahoot!

A missão da Kahoot! é fazer com que aprender seja bom demais! Queremos capacitar todas as pessoas, incluindo crianças, alunos e funcionários, para desbloquearem todo o seu potencial de aprendizagem. Nossa plataforma de aprendizagem torna mais fácil para qualquer indivíduo ou empresa criar, compartilhar e jogar jogos de aprendizagem que geram forte envolvimento. Além disso, nossa família de apps leva a aprendizagem da matemática a um novo nível e capacita as crianças a aprender a ler enquanto brincam. As empresas também podem conectar e envolver os seus funcionários com a Actimo, a plataforma de envolvimento de funcionários. Alunos de todas as idades podem aprender idiomas de modo natural com os jogos e as ilustrações imersivas dos nossos apps do Drops. Já as organizações podem se conectar e interagir com as equipes por meio do Actimo, nossa plataforma de engajamento de funcionários.  Lançada em 2013, a visão da Kahoot! é construir a plataforma de aprendizagem líder no mundo. No último ano, mais de 200 milhões de jogos foram jogados na plataforma Kahoot!, com mais de 1.000.000.000 jogadores participantes em 200 países. A empresa tem sede na Noruega e escritórios nos Estados Unidos, Reino Unido, França, Finlândia, Dinamarca e Espanha.

Startup de educação também quer revolucionar mercado como alternativa ao FIES

Startup de educação também quer revolucionar mercado como alternativa ao FIES

Acessibilidade para qualquer curso de pós-graduação, MBA, mestrado e doutorado em qualquer instituição do país, como Fundação Getulio Vargas, Insper, PUC, Mackenzie, ESALQ e outras. De forma simples, a Pós Financiada, fintech especializada em crédito para pós e MBA, pretende democratizar o acesso à especialização para todos os brasileiros e revolucionar o mercado de educação e carreira do país. O propósito da empresa é ocupar a lacuna do FIES, servindo como alternativa no setor de especialização.

Pesquisa do Instituto Semesp (Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de São Paulo) revela que nos últimos quatro anos o número de alunos em cursos de pós-graduação aumentou 74%, saltando de 683 mil alunos para quase 1,2 milhão. Ainda de acordo com o levantamento, a expansão foi puxada pela rede privada, onde a oferta corresponde a 91% do total.

“A educação continuada é sonho de grande parte dos alunos de uma faculdade hoje, por força do mercado corporativo que exige profissionais cada vez mais qualificados e pela cada vez maior busca por conhecimento em plena revolução 4.0. Por isso, ainda na graduação, os estudantes já começam a pensar em uma pós-graduação ou MBA”, afirma a professora de gestão de pessoas da IBE Conveniada FGV, Ligia Molina, coach de carreira e headhunter.

Porém, é difícil conciliar trabalho, estudos e ainda pagar uma mensalidade. O estudo do Semesp, que foi lançado pouco antes do início da pandemia no Brasil, mostra que o valor médio de um programa de especialização de 12 meses é de R$ 10.213,00. O preço aumenta para R$ 16.458,00 para cursos de 13 a 24 meses, e, acima de 24 meses, o investimento médio sobe ainda mais e chega a R$ 25.981,00.

Lançamento Pós Financiada

A Pós Financiada é liderada pelos jovens empreendedores, Lucas Quaresma (Head of Operation), de Belo Horizonte, e Maurício Angelini (Head of Sales), de Campinas e já está em plena operação. (Veja aqui).

A iniciativa surgiu do encontro de ideais dos dois, que integravam o mesmo grupo de trabalho anteriormente. Aos 27 anos, Lucas, que é Administrador de Empresas com ampla experiência profissional em gestão financeira, controladoria e auditoria, viu a oportunidade de disrupção no setor de pós-graduação, cujo acesso é majoritariamente feito por pessoas com maior poder aquisitivo.

Partilhando do mesmo sonho, já atuando dentro do mercado de educação executiva como gerente de vendas, o publicitário Maurício, com apenas 28 anos, abraçou a oportunidade.

O modelo de negócios deles segue o padrão americano de crédito financeiro para estudos, que é tendência global, como o da gigante de financiamento para carreiras nos Estados Unidos, SoFi. A empresa agrega, além do empréstimo, qualidade, praticidade e tecnologia para auxiliar o usuário durante o processo.

“Para além da graduação, a continuação dos estudos é parte do caminho para a transformação social, com geração de emprego e de renda que vem com a mão de obra qualificada. Ou seja, os alunos já entenderam que para se manterem competitivos, precisam evoluir nos estudos. Mas, muitos, sem condições financeiras, viam morrer seus sonhos e sua carreira”, defende Maurício Angelini.

Desta forma, de uma maneira descomplicada e ágil com todo o processo de forma online, qualquer aluno pode estudar nas melhores instituições do país, pagando parcelas a partir de 99,00 reais com a Pós Financiada.

“Nosso modelo compreende financiamento sem juros, ou taxas de juros baixíssimas e prazo ampliado. O resultado é mensalidades muito acessíveis para todos, o que nenhuma outra operadora pode oferecer”, explica Angelini.

Ainda segundo ele, cada orçamento é personalizado para atender o cliente da melhor maneira possível. O serviço de financiamento não é o único ofertado pela empresa, que também lida com refinanciamento de contratos já existentes. “As despesas mensais são avaliadas para encaixar o financiamento e fazer esse sonho acontecer. As parcelas de refinanciamento podem, por exemplo, ficar até três vezes menores do que as mensalidades pagas antes do serviço”, detalha ele.

Cerca de cinco mil alunos já contrataram o crédito e estão estudando.

“O grupo gestor da Pós Financiada trabalha e investe em educação há quase 30 anos. Todo o pessoal é treinado para acompanhar as tendências de mercado e entregar a melhor experiência ao cliente. Da mesma forma como o Uber revolucionou o transporte, promovendo mobilidade para todos, queremos revolucionar a maneira como o brasileiro se relaciona com a pós-graduação. Pensamos em democratizar e promover o acesso para além da faculdade”, completa Lucas Quaresma.

Serviços

– Financiamento total de pacotes de MBA ou Pós-Graduação em diferentes áreas.

“Facilitar o acesso à educação não é tarefa fácil, porém, contando com parcerias em diferentes instituições e financiamento liberado para qualquer curso, conseguimos aumentar o número de pessoas cursando além da faculdade”, diz Angelini.

– Orçamento personalizado para cada cliente.

 “Cada pessoa tem um conjunto único de fatores em suas finanças pessoais e desenvolver um orçamento individual descomplica o estudo superior”, analisa Quaresma.

– Aconselhamento quanto às melhores oportunidades de estudo.

“Temos também um serviço de consultoria para entender a necessidade do interessado e ofertar a melhor solução para cada um”, ressalta o Head of Operation.

– Parcelas que podem começar em R$ 99 nas melhores instituições do país.

“As dificuldades financeiras se intensificaram no ano de 2020, porém a evolução é sempre necessária. Pensando nisso o programa conta com as melhores condições do mercado”, reitera Maurício.

– Refinanciamento, para aliviar em momentos de dificuldade.

“Serviço exclusivo para pessoas que já possuam um financiamento ativo e precisam de um folego nas finanças para continuar estudando”, pontua Lucas.

– Longo prazo de pagamento, podendo a chegar no triplo do período de curso.

“A dificuldade de planejamento para o curto prazo em um momento de instabilidade, requer preparo e planejamento em longo termo. Por isso, não restringimos o número de parcelas ao tempo de duração do curso”, finaliza Maurício Angelini.

Pin It on Pinterest