NovoAgro Ventures busca startups para inovar agronegócio

por | maio 25, 2021 | Noticias | 0 Comentários

O setor do agronegócio é de grande importância para a economia brasileira. Representa 26,6% do PIB do país, segundo dados de 2020 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Em 2020, avançou 24,31% em relação a 2019.

Em valores monetários, o PIB totalizou R$ 7,45 trilhões em 2020. E o PIB do agronegócio chegou a quase R$ 2 trilhões. Nesse contexto, cabe acrescentar que há, no Brasil, 1.125 Agritechs. Do total das exportações brasileiras, 48% correspondem à parcela do agro. Soma 17,3 milhões o número de pessoas ocupadas no agro.

No entanto, apesar da expansão, ainda é um setor carente de novas tecnologias. Além disso, a Covid-19 desencadeou uma crise em toda a economia. E o mercado do agronegócio tem sofrido movimentações de grandes proporções.

A NovoAgro Ventures surge nesse cenário e foi lançada em 14 de Maio de 2020. Trata-se de um fundo de investimentos baseado no modelo Venture Builder do setor de agronegócios. É o primeiro do Brasil que seleciona inovações aplicadas e startups. Investe em empreendedores apaixonados pelo propósito do negócio com foco na geração de valor para o mercado.

“O Sistema FAEMG/SENAR/INAES mapeou as dores dos produtores rurais e agroindústrias e buscamos empresas de tecnologia (startups) com soluções que resolvam esses desafios. Selecionamos empresas de tecnologia, validamos o negócio na rede de produtores e agroindústrias e preparamos o processo de tração para impulsionar os resultados. Junto com a NovoAgro Ventures podemos promover um desenvolvimento sustentável dessas startups, dentro do processo de inovação para o agronegócio”, conta Silvana Novais, superintendente do Instituo Antônio Ernesto de Salvo (INAES) e presidente do Conselho da NovoAgro.

Iniciativa é uma parceria entre o Sistema FAEMG/SENAR/INAES (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais), que possui mais de 400 mil produtores associados, e a FCJ Venture Builder, maior rede de Venture Builder da América Latina.

Inovação e engajamento

“Nosso objetivo é incentivar startups que busquem soluções para o setor. Precisamos de ideias inovadoras e empreendedores engajados. E, com isso, fazer com que o agronegócio cresça ainda mais e de forma sustentável”, explica Léo Dias, CEO da NovoAgro Ventures. “A revolução começa com uma pequena semente”, complementa.

Léo Dias acrescenta que o Sistema FAEMG já mapeou várias necessidades do agro. “Agora, nosso foco é investir em empresas que têm soluções tecnológicas que resolvam essas questões de forma escalável, pois muitas das necessidades são comuns à maioria dos produtores”, diz.

Vale lembrar que, ainda mais nesse período de crise, a produção agropecuária não pode parar. “Agropecuária e logística são essenciais na manutenção dos supermercados abastecidos. Seguram a falta de suprimentos na pandemia. E nesse processo, tecnologias e inovação são indispensáveis à busca de soluções para o momento”, afirma Léo Dias.

O projeto procura soluções como softwares para o setor; iniciativas voltadas para a criação de alternativas energéticas; aproveitamento de resíduos; controle ambiental; monitoramento e comercialização; biotecnologia e sementes.

Funcionamento

A NovoAgro Ventures oferece, às startups selecionadas, conexão entre os diferentes parceiros e entidades do agronegócio para potencializar a entrada no mercado (go-to-market). E conexão com fundos de investimento; rodadas de negócios; mentorias; campanhas de marketing com força de vendas; facilidade para entrada em programas de incentivo e ampla exposição de mídia.

Paulo Justino, fundador da FCJ Venture Builder, explica que esse modelo de licenciamento constitui alternativa de aproximação das grandes empresas com as startups, em complemento aos modelos tradicionais de incubação e aceleração.

“Prepara-se as startups para o investimento dos fundos de venture capital. Para isso, são desenvolvidos alguns pontos chave: planejamento e visão de curto, médio e longo prazo; portfólio gerenciado; e modelo de governança corporativa de uma holding”, assegura Paulo Justino.

Força do Sistema FAEMG/SENAR/INAES

Roberto Simões é o presidente do Sistema FAEMG, a maior federação da agricultura e pecuária do país. Segundo ele, “os desafios no agronegócio são grandes e estamos trabalhando com ações para atender essa necessidade, levando inovação e tecnologia para o campo. Por isso, entendemos a importância de nos tornarmos parceiros da FCJ, que já é reconhecida nacional e internacionalmente.”, comenta Roberto Simões, presidente do Sistema FAEMG/SENAR/INAES.

Startups do portfólio da NovoAgro

Agrorigem

A Agrorigem conecta produtores e compradores de cafés especiais, por meio de tecnologia, com o objetivo de oferecer os melhores cafés produzidos no Brasil para todo o mundo.

Fundamenta-se em transparência, origem, história e sustentabilidade social. Proporciona mais lucro para os produtores rurais e garantia de qualidade para os compradores.

Verde Drone

A Verde Drone é uma plataforma digital que conecta pilotos de drones, agrônomos e empresas do agronegócio. Muitos produtores rurais demandam por soluções de drones.

Viabiliza pulverização e mapeamento em propriedades de regiões montanhosas. A Verde Drone gerencia toda a entrega dos serviços, na ponta, para os produtores rurais.

BTracer

A plataforma Btracer é uma combinação de WEB + Aplicativo + Analytics + Big Data + Blockchain. Por meio dela, a indústria pode garantir autenticidade e imutabilidade de Informações precisas sobre os produtos.

 Ou seja: origem, dados do fabricante, de validade do produto, entre outros. Com isso, mais transparência ao processo, redução de fraudes e economia nos controles. Custo muito baixo, em função da tecnologia blockchain.

Flowins

A Flowins dispõe de um software de rastreabilidade, laudos e relatórios da a produção de café. Traz, em formato simples e intuitivo, um sistema que permite rastrear tudo o que acontece na colheita e pós-colheita.

 Garante que os produtores tenham domínio da qualidade do café e possam replicar as boas práticas em todas as safras. Aprendem com os erros e melhoram sempre a qualidade de seus cafés. A Flowins conecta produtores e compradores.

Comprador Moderno

A Comprador Moderno desenvolveu uma plataforma capaz de reunir a demanda de diversos produtores, consolidada em grande quantidade. Com isso, viabiliza negociações melhores com fornecedores.

Objetivo é garantir redução do custo dos insumos e outros itens de necessidade, melhoria no prazo de pagamento e acesso a fornecedores com mais qualidade. Tudo isso feito por meio da plataforma da Comprador Moderno.

Reflexões do CEO Léo Dias, da NovoAgro

“O papel da NovoAgro Ventures é reunir o que há de informação que contribua com o ganho de produtividade, com a sustentabilidade da cadeia e com a aproximação do produtor de ferramentas tecnológicas. Objetivo: redução de custo, aumento da produtividade. Isso empodera o produtor, seja ele pequeno, médio ou grande”.

“No agronegócio, é preciso haver uma relação equilibrada entre o produtor e o intermediário. Se o intermediário não se interessa pelas dores do produtor, vai faltar produto. E isso é ruim para todo mundo”.

“A tecnologia ajuda no ganho de produtividade e, também, no uso de melhores práticas em prol da sustentabilidade”.

“Muitas vezes, o produtor não utiliza mudas clonadas por conta da desinformação. Mudas clonadas elevam produtividade, reduzem custo e o impacto da poluição provocada pelos defensivos. Foram geneticamente estruturadas para produzir melhor. O fato é que a tecnologia ajuda no alcance da sustentabilidade ambiental, econômica e social”.

“Minas é um mini Brasil. Aqui se produz de tudo – soja, algodão, milho, frutas. Aqui tem o clima do nordeste; do sul, do centro-oeste”.

“Minas Gerais funciona, do ponto de vista da atuação da NovoAgro, como um laboratório do agronegócio. Depois da aprovação local, é natural a ampliação em direção ao global”.

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This