Energia: com geração distribuída, startup gera renda para produtores rurais

por | mar 25, 2021 | Noticias | 0 Comentários

É com algumas risadas que o empresário e produtor rural João Paulo Gabriel, 38 anos, admite que ficou desconfiado quando a equipe da Metha Energia – startup mineira que atua no ramo da geração distribuída – chegou até a sua fazenda, em Pará de Minas, na região central de Minas Gerais, com a proposta de alugar suas usinas biodigestoras. Criador de suínos, ele utiliza os dejetos para produzir gás metano, e, depois, energia elétrica, mas contava com um excedente que não era consumido na operação da própria fazenda. “Eles vieram na hora certa, mas a gente sempre tem um pé atrás, não é? Mas deu tudo certo, e a tendência agora é só crescer”, diz.

Na época, ele possuía apenas duas geradoras. Seis meses depois, ele já tem cinco. A mudança na imagem das granjas de suíno também faz João Paulo se encher de orgulho do novo projeto. “Antes, quem criava porco era visto como um poluidor. Agora, já sou visto com outros olhos, como um produtor de energia limpa”, comemora. Além disso, o aluguel dos equipamentos gera uma renda que tem sido fundamental. “Para nós, produtores rurais, toda economia é bem-vinda”, avalia.

O alívio no bolso também é sentido na outra ponta, pelos usuários do serviço. Eles podem ter um desconto de até 15% nas suas contas de luz. O chef de cozinha Renan Bastos, 26 anos, pagou R$ 40 a menos do que desembolsava normalmente na fatura mensal. Isso sem precisar fazer investimentos em estrutura. “Conheci a empresa no começo, e resolvi ser um testador. Quando veio o desconto de R$ 40, fiquei surpreso, foi muito melhor do que eu esperava”, conta Renan, que espera acumular economias de pelo menos R$ 500 em um ano. 

Além do alívio no bolso, a facilidade de adesão ao serviço surpreendeu o chef. Ele não precisou comprar placas solares ou mudar nada na sua instalação elétrica. “Foi bem simples, não precisei fazer quase nada, só a adesão pelo site (www.methaenergia.com.br) e, depois, assinei um contrato. No mês seguinte já estava recebendo o boleto via Metha, com o desconto”, afirma. 

Para obter o benefício, o cliente não precisa comprar equipamentos extras, nem alterar a instalação elétrica da residência, basta fazer o cadastro no site www.methaenergia.com.br e aguardar o processo de análise dos dados.

Outro fator que influenciou na decisão de Renan foi a preocupação com a natureza. Ativista do meio ambiente, ele agora comemora a compra de uma energia limpa. “Eu sei de onde vem a produção energética que ilumina minha casa, e isso faz toda a diferença”, conta.

É para conectar os mundos de João Paulo e Renan que a Metha Energia trabalha. Fundada em 2017 e já presente em mais de 250 cidades mineiras, fornece economia de até 15% na conta de energia elétrica e acesso a uma energia sustentável por meio de uma plataforma totalmente digital. A operação, chamada de geração distribuída, é regulamentada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e está transformando a maneira como as pessoas se relacionam com as concessionárias de energia. “A geração distribuída altera completamente a lógica do setor elétrico porque traz a etapa da geração de energia para mais perto do consumidor final, diminuindo a dependência das concessionárias locais”, explica Victor Soares, sócio-fundador e CEO da Metha Energia.

“Os clientes estão cada vez mais interessados em entender melhor o que consomem. Além de pagar mais barato, as pessoas querem saber por que estão pagando aquele valor, como é produzido aquele produto ou serviço e qual o impacto para o planeta. A Metha, assim como os serviços inovadores de hospedagem, transporte e bancos, oferece transparência, experiência 100% digital e poder de escolha aos clientes. Pela primeira vez no setor energético, o cliente tem oportunidade de pagar menos, entender como é composto o preço da energia e contribuir para a sustentabilidade do setor”, explica Victor Soares.

É com algumas risadas que o empresário e produtor rural João Paulo Gabriel, 38 anos, admite que ficou desconfiado quando a equipe da Metha Energia – startup mineira que atua no ramo da geração distribuída – chegou até a sua fazenda, em Pará de Minas, na região central de Minas Gerais, com a proposta de alugar suas usinas biodigestoras. Criador de suínos, ele utiliza os dejetos para produzir gás metano, e, depois, energia elétrica, mas contava com um excedente que não era consumido na operação da própria fazenda. “Eles vieram na hora certa, mas a gente sempre tem um pé atrás, não é? Mas deu tudo certo, e a tendência agora é só crescer”, diz.

Na época, ele possuía apenas duas geradoras. Seis meses depois, ele já tem cinco. A mudança na imagem das granjas de suíno também faz João Paulo se encher de orgulho do novo projeto. “Antes, quem criava porco era visto como um poluidor. Agora, já sou visto com outros olhos, como um produtor de energia limpa”, comemora. Além disso, o aluguel dos equipamentos gera uma renda que tem sido fundamental. “Para nós, produtores rurais, toda economia é bem-vinda”, avalia.

O alívio no bolso também é sentido na outra ponta, pelos usuários do serviço. Eles podem ter um desconto de até 15% nas suas contas de luz. O chef de cozinha Renan Bastos, 26 anos, pagou R$ 40 a menos do que desembolsava normalmente na fatura mensal. Isso sem precisar fazer investimentos em estrutura. “Conheci a empresa no começo, e resolvi ser um testador. Quando veio o desconto de R$ 40, fiquei surpreso, foi muito melhor do que eu esperava”, conta Renan, que espera acumular economias de pelo menos R$ 500 em um ano. 

Além do alívio no bolso, a facilidade de adesão ao serviço surpreendeu o chef. Ele não precisou comprar placas solares ou mudar nada na sua instalação elétrica. “Foi bem simples, não precisei fazer quase nada, só a adesão pelo site (www.methaenergia.com.br) e, depois, assinei um contrato. No mês seguinte já estava recebendo o boleto via Metha, com o desconto”, afirma. 

Para obter o benefício, o cliente não precisa comprar equipamentos extras, nem alterar a instalação elétrica da residência, basta fazer o cadastro no site www.methaenergia.com.br e aguardar o processo de análise dos dados.

Outro fator que influenciou na decisão de Renan foi a preocupação com a natureza. Ativista do meio ambiente, ele agora comemora a compra de uma energia limpa. “Eu sei de onde vem a produção energética que ilumina minha casa, e isso faz toda a diferença”, conta.

É para conectar os mundos de João Paulo e Renan que a Metha Energia trabalha. Fundada em 2017 e já presente em mais de 250 cidades mineiras, fornece economia de até 15% na conta de energia elétrica e acesso a uma energia sustentável por meio de uma plataforma totalmente digital. A operação, chamada de geração distribuída, é regulamentada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e está transformando a maneira como as pessoas se relacionam com as concessionárias de energia. “A geração distribuída altera completamente a lógica do setor elétrico porque traz a etapa da geração de energia para mais perto do consumidor final, diminuindo a dependência das concessionárias locais”, explica Victor Soares, sócio-fundador e CEO da Metha Energia.

“Os clientes estão cada vez mais interessados em entender melhor o que consomem. Além de pagar mais barato, as pessoas querem saber por que estão pagando aquele valor, como é produzido aquele produto ou serviço e qual o impacto para o planeta. A Metha, assim como os serviços inovadores de hospedagem, transporte e bancos, oferece transparência, experiência 100% digital e poder de escolha aos clientes. Pela primeira vez no setor energético, o cliente tem oportunidade de pagar menos, entender como é composto o preço da energia e contribuir para a sustentabilidade do setor”, explica Victor Soares.

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This