Vale do Silício Nordestino: Bahia se impõe como polo de inovação tecnológico

Vale do Silício Nordestino: Bahia se impõe como polo de inovação tecnológico

Além de ser o estado com maior extensão territorial e populacional de todo o Nordeste, a Bahia possui um protagonismo histórico na economia do Brasil.  O estado, que sempre expressou uma força criativa e empreendedora, tem se tornado também celeiro da inovação e berço de startups de tecnologia. São empresas que aliam tecnologia, atendimento humanizado e inteligência para oferecer soluções que renovam muitos segmentos, entre eles os mercados de contabilidade, saúde e advocacia.

De acordo com a Associação Brasileira das Startups, a Bahia é o primeiro estado nordestino no ranking que reúne maior volume de investimentos no setor, com US$11,7 milhões. Verdade que ainda falta pouco para alcançar os investimentos realizados em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro, mas já é possível notar o protagonismo regional da Bahia. Com quase 15 milhões de habitantes, o estado com maior população negra do país, vai dando vida ao que chamam de “Vale do Silício Negro”. Segundo dados da Associação Brasileira de Startups (ABStartups), a capital baiana figurava, em 2017, na 18ª posição em um ranking nacional que quantifica as empresas de inovação. Em 2019, saltou para o 8º lugar. Em 2020 já ocupa a quinta posição do ranking. 

Três startups têm se destacado nacionalmente dentro desse cenário: A Agilize, pioneira em contabilidade online no país;  Sanar, que cuida da jornada profissionais dos médicos; e o Jusbrasil, que desburocratiza e otimiza consumo e utilização de informações jurídicas.

Em março deste ano, a plataforma estava presente em 14 cidades e no fechamento de  setembro, após a ampliação de atendimento para 5 mil novas cidades, registrou um crescimento de 120% entre janeiro e setembro.  A expectativa é seguir essa curva e expandir em 400% até o final de 2021.

Fundada por um grupo de jovens em Salvador em 2013, a Agilize presta assessoria contábil para micro e pequenas empresas de todo o Brasil, oferecendo contabilidade completa, inclusive com emissão de notas fiscais pela internet e consulta de impostos, além de prestar assessoria para transformar microempreendedores individuais (MEIs) em microempresas (MEs). É possível estimar uma média anual de economia de R$7.000 para as pequenas empresas a partir do momento que contratam a Agilize com relação ao serviço tradicional de contabilidade.

Além disso, realiza gratuitamente a abertura de empresas e ajuda os pequenos empresários a economizarem com esses serviço. Esse ‘boom’  foi possível com a crise, que estimulou ainda mais o empreendedorismo – como opção para quem perdeu o emprego e/ ou decidiu arriscar.

A plataforma oferece uma contabilidade inteligente, com baixo custo e muita tecnologia. Seu processo é transparente, trackeado, e torna possível para o cliente saber o que o contador está fazendo para a sua empresa a qualquer momento.  A plataforma oferece aos clientes um painel de controle das atividades,  facilitando a emissão das notas fiscais e já calculando o valor a ser pago em impostos. Além disso o cliente também conseguem fazer conciliação bancária automática. 

Desde sua fundação, em 2013 a Agilize possibilitou a abertura de mais de 3 mil empresas. Também no ano passado, foi uma das oito selecionadas em todo o país para participar do  processo de aceleração do Google Launchpad Accelerator, cujo objetivo é ajudar startups a criarem tecnologias atraentes e impactantes com o uso de ferramentas do próprio Google. A startup baiana ainda passou pelo processo de aceleração da Endeavor Brasil, organização líder no apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo. 

Falando de saúde, a Sanar é a MedTech brasileira que possui a maior plataforma online de educação médica do país. A startup recebeu mais de 5 milhões de novos visitantes e viu sua receita aumentar 120% em 2020.  Assim como a Agilize, a pandemia também possibilitou um crescimento expressivo para a Sanar. Em 25 de fevereiro, o país teve o primeiro caso da doença confirmado, o que potencializou o seu propósito de empoderar médicos e fazer a medicina cada vez melhor. Em seguida, no dia 15 de abril, a startup recebeu um aporte de R$ 60 milhões, que impulsionou ainda mais as estratégias. A partir disso, uma série de soluções foram elaboradas pela equipe. 

Este ano, a medtech já alcançou, em junho, a receita do ano inteiro de 2019. Também elaborou outros canais de comunicação gratuitos com informações técnicas sobre a doença como forma de contribuir no combate a doença como o aplicativo “Sanar|Med Covid-19”, e ChatBot no Telegram. 

Além disso, o acesso gratuito, por 60 dias, a um outro produto já comercializado antes da crise global, o app ‘’Yellowbook Pro’’, que ajuda profissionais nas prescrições médicas, com a sugestão de medicamentos para cada tipo de doença, apresentações e posologias medicamentosas. No período, a startup foi eleita pela HolonIQ (empresa australiana de consultoria especializada em educação) como uma das 100 EdTechs mais inovadoras da América Latina.  Além dela, a empresa também ganhou o reconhecimento no Distrito Healthtech como uma das 10 startups em saúde que mais se destacaram no cenário nacional. O Google apontou a Sanar como uma empresa símbolo de novos hábitos durante a pandemia. Atualmente, a startup já possui clientes em mais de 5.000 cidades e 7 países como Argentina, Paraguai, Bolívia e Portugal. A Sanar projeta ser, em quatro anos, a primeira empresa a estar presente em toda a jornada profissional dos médicos e outros profissionais da saúde.

Falando em democratização de informações e do direito, o Jusbrasil é uma startup que carrega em seu DNA tecnologia e informação jurídica. Cerca de 1,6 milhão de pessoas acessam diariamente o Jusbrasil, são 28 milhões de acessos únicos ao mês. 

A plataforma oferece ferramentas que removem as burocracias e otimizam a busca, o consumo e a utilização dessas informações, a toda e qualquer pessoa que necessite delas – profissionais do Direito ou pessoas de fora da área. Fundada em 2008 em Salvador, a startup tem uma base de mais de 1 bilhão  documentos, que cresce diariamente, mais de 900 mil advogados utilizam seus produtos e estão cadastrados. 

O Jusbrasil oferece uma série de produtos, o principal produto é a ferramenta gratuita de busca de informações jurídicas. O Jusbrasil PRO permite uma experiência mais completa às funcionalidades do Jusbrasil, como ementas já formatadas, o Jusbrasil Processos permite ao assinante acompanhar processos a partir de seu número ou a partir de termos, como um nome ou CPF. Já o Escritório Online é a ferramenta que conecta pessoas à procura de advogados com os advogados cadastrados no Diretório. Os casos podem ser enviados gratuitamente e os advogados podem acessar a plataforma.

Assim que se deram conta dos impactos do coronavírus no Brasil, sentiram a necessidade de fazer algo para ajudar as pessoas, principalmente pelo fato de trabalharem justamente com informação. Pensando nisso, criaram uma página reunindo informações jurídicas essenciais durante esta pandemia. Durante os meses de março e abril lançaram nas redes sociais a campanha #MaisJuntosDoQueNunca, produzindo uma série de conteúdos, lives e desafios focados  nas informações mais importantes para os brasileiros.

O Jusbrasil fez parte da revolução na busca por informação jurídica no Brasil. A cada dia amplia a abrangência dos resultados, logo o que qualquer pessoa precisar poderá ser encontrado no Jusbrasil. A plataforma se torna sinônimo de informação jurídica confiável e cada vez mais tem sido reconhecida por isso.

As três startups baianas são algumas entre as diversas empresas que se destacam por suas ideias inovadoras que transformam seus mercados e possibilitam que tenhamos mais facilidades, acesso às informações, conhecimento e educação. A chamada e querida “Bahia de todos os santos” é também a Bahia da tecnologia, da inteligência e de brilhantes criações que tornam nossas vidas melhores.

Pin It on Pinterest