Crie seu avatar e interaja no My Inova Day 2020

Crie seu avatar e interaja no My Inova Day 2020

Poder interagir dentro de um ambiente virtual com um avatar, acessar palestras, encontrar com conhecidos em seu mercado e conversar com outro participante em um evento.

Esta será a dinâmica do My Inova Day edição 2020, evento tradicional do setor de tecnologia da informação (TI) que é promovido pela Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação no Paraná (Assespro-PR). 

O evento, que reservava anualmente até três dias de programação e se chamava My Inova Summit, neste ano se chamará My Inova Day por conta da pandemia de Covid-19.

Mas a dinâmica inovadora e online compensará, é o que garante o presidente da entidade organizadora, Adriano Krzyuy. “O ponto central será a interatividade e este é precisamente o valor das plataformas baseadas em avatares: podem reproduzir a experiência de assistir a um evento da vida real, como costumávamos fazer, mas em um formato virtual, interagindo e se conectando com outros participantes”, revela.

Segundo o presidente da Assespro-PR, os eventos virtuais têm sido escolhidos cada vez mais pelos profissionais e líderes empresariais para garantir a continuidade dos negócios e, assim, minimizar o impacto econômico da pandemia. Mas, embora aplicativos como Skype, Zoom ou Hangouts sejam opções eficazes para videoconferências ou seminários na web, eles não foram projetados para realizar eventos com centenas de participantes simultâneos e que pretendem interagir uns com os outros. Então, para resolver este impasse e propiciar alta capacidade de imersão, a tecnologia em realidade virtual foi a escolhida.

“Queremos proporcionar uma experiência futurística, em que o contato pessoal pareça o mais real possível”, complementa Krzyuy.

O My Inova Day terá dois fóruns, chamados “Talentos 4.0” e “Indústria 4.0”. Entre as palestras e os painéis programados estão: “Como Liderar numa Sociedade Digital”; “Como encontrar e desenvolver talentos no atual ecossistema de talentos digitais” e “O Futuro dos Ativos Industriais no Modelo de Indústria 4.0”. 

SEMANA  PARANÁ INOVADOR

O My Inova Day acontecerá no dia 7 de dezembro e fará parte da programação da Semana Paraná Inovador, que recebe apoio e tem a organização do Governo do Estado.

“O objetivo é reunir os eventos de tecnologia que não aconteceram durante o ano por causa da Covid-19 e realizá-los em uma única semana de maneira online e gratuita. Por isso, é uma grande oportunidade para profissionais e empresários atualizarem seus conhecimentos quanto às últimas tendências em tecnologia e que marcaram este ano de 2020″, explica Adriano Krzyuy.

A Semana Paraná Inovador será realizada de 7 a 12 de dezembro e abrangerá temas como cibersegurança, capacitação de pessoas para o mundo digital, empreendedorismo inovador, além de agregar o Smart City Expo de Curitiba e o My Inova Day

Curso une direito e tecnologia nos tempos de hoje

Curso une direito e tecnologia nos tempos de hoje

Você se sente preparado para atuar de forma remota?

Você acha que se readaptar é importante para a sua carreira como advogado?

Nós da My Legal Link acreditamos que o Direito aliado às novas tecnologias traz muitos impactos positivos no cotidiano das pessoas e queremos te ajudar a se destacar nesse cenário!

Para isso, a My Legal Link desenvolveu um curso inédito e inovador com base nas novas competências e habilidades exigidas ao advogado nesse novo contexto.

A partir do dia 03/11, você terá a oportunidade de participar do Primeiro Curso Essencial de Direito Remoto do Brasil, que ocorrerá entre os dias 03 e 26 de novembro.

Você vai aprender muito sobre Gestão Legal Remota, Proteção e Privacidade de Dados alinhadas ao Direito e Ferramentas para Gestão, com professoras especializadas em Gestão Legal Remota e Proteção de Dados!

A inscrição pode ser feita através do link: 👇🏼
https://www.sympla.com.br/curso-essencial-de-direito-remoto—modulo-1__1007450

Sebrae realiza Mês da Inovação

Sebrae realiza Mês da Inovação

O Sebrae promove em outubro: o Mês da Inovação. Este será o primeiro evento para discutir como adotar novas tecnologias para melhorar o lucro e a competitividade das micro e pequenas empresas. A iniciativa espera fortalecer o entendimento dos empresários brasileiros de que inovação, não se limita a grandes empresas, o que não significa necessariamente um grande investimento em recursos, não apenas em tecnologia.

Nos 31 dias de cada mês, cerca de 300 palestrantes darão seus conhecimentos e apresentarão cases de sucesso por meio de mais de 250 horas de conteúdo gratuito. O programa tem mais de 50 parceiros, incluindo o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação; Facebook; Mercedes-Benz Ambev; entre outros.

No dia 16 de outubro, o presidente do Sebrae, Carlos Melles, conversará com o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, astronauta e engenheiro Marcos Pontes, sobre como a inovação pode alavancar a economia brasileira.

São alguns dos temas que serão debatidos no evento: marco Legal da Inovação; Biomimética; aumentando a produtividade com inovação; ecossistemas de inovação; cidades como plataformas de inovação; turismo d; pesquisa, desenvolvimento e exportação; inovação na beleza; criatividade à mesa; inovação no varejo, moda. No Mês da Inovação será realizado também o Case Startup Summit 2020, o Desafio Like a Boss, a batalhas de pitches, além de outras atividades interativas.

Confira a programação completa e faça sua inscrição gratuitamente aqui.

Com informações do SEBRAE

Dúvidas sobre Indústria 4.0? Live do CIT SENAI esclarece tudo que você sempre quis saber sobre o assunto

Dúvidas sobre Indústria 4.0? Live do CIT SENAI esclarece tudo que você sempre quis saber sobre o assunto

É isso mesmo! Na próxima live do Ciclo de Inovação On-line você vai ficar por dentro de tudo que sempre quis saber sobre Industria 4.0 aplicada no sensoriamento e digitalização para ganho de produtividade. Os especialistas do CIT SENAI, Guilherme Kisseloff Coracini, pesquisador, e André Marcon Zanatta, gerente de Inovação, juntos de Rodrigo Pastl, CEO da LEAN 4.0, vão explicar como as tecnologias habilitadoras da Industria 4.0 podem propiciar ganhos de produtividade. Você também vai ficar sabendo quais as etapas são necessárias para implantação de ferramentas digitais em processo produtivos.

A live será realizada no dia 23/09, às 17h, no canal oficial da FIEMG no YouTube. E já sabe, né? Após a palestra os especialistas estarão disponíveis para responder todas as suas dúvidas.

O Ciclo de Inovação On-line é realizado todas as quartas-feiras, às 17h. O intuito é promover o debate e apresentar casos de sucessos da indústria. Perdeu algum evento? CLIQUE AQUI e confira.

Industria 4.0 – Sensoriamento e digitalização para ganho de produtividade
Data: 23/09
Horário: 17h
Onde? No YouTube FIEMG Oficial

Cyber Security Summit Brasil 2020 será online e gratuito

Cyber Security Summit Brasil 2020 será online e gratuito

O Cyber Security Summit Brasil ocorre no próximo dia 29 e já está com inscrições abertas. O brasileiro Sandro Süffert, da Apura, é nome confirmado.

A quarta edição do Cyber Security Summit Brasil – um dos principais eventos no mundo sobre segurança na internet – está confirmada. Devido à pandemia de Covid-19, a edição ocorrerá totalmente online. Será no dia 29 de setembro e as inscrições, gratuitas, já estão abertas. A expectativa da organização do evento é contar com mais de 1 mil participantes.

O evento terá palestras com mais de 15 especialistas internacionais em segurança cibernética. Todas as palestras em idioma estrangeiro contarão com tradução simultânea para o português.

Entre os nomes confirmados, está o do brasileiro Sandro Süffert, que possui 20 anos de experiência na área e já ministrou cursos e palestras em eventos internacionais em Cingapura, Estados Unidos, Romênia, Escócia, entre outros países, sobre segurança cibernética. Há oito anos, Süffert é CEO da Apura Cybersecurity Intelligence, empresa especializada no desenvolvimento de soluções de monitoramento, detecção e combate a ameaças e crimes na internet, entre elas o “Boitatá Next Generation” que é reconhecida como a maior plataforma de informações de inteligência de ameaças da América Latina.

UNIVERSALIZAR O CONHECIMENTO

Para o especialista, o tema “cibersegurança” precisa ser entendido como algo interessante e envolvente para toda a sociedade. Por isso, ele considera que o Cyber Security Summit Brasil vem cumprir o papel de colocar o assunto em pauta, ao público em geral, ampliando o conhecimento e a consciência sobre segurança na internet.

Brasileiro Sandro Suffert tem presença confirmada no evento

“As ameaças e os crimes na internet prejudicam governos, empresas e organizações em geral. Mas atingem igualmente os cidadãos. Então, além de marco regulatório e de investimentos, por parte das organizações, em soluções, é fundamental o letramento digital, uma ‘cibereducação’. E o Cyber Security Summit Brasil, desta vez on-line, gratuito, ao alcance de todos, contribui decisivamente com esse processo”, afirma Sandro Süffert.

É, de fato, um dos propósitos do evento, conforme as palavras do idealizador, Rafael Narezzi, especialista e referência global em cibersegurança: “O evento, que chega à quarta edição, nasceu de forma independente, com o objetivo de trazer informação e debater importantes temas sobre segurança cibernética”.

PÚBLICO

Executivos de empresas, gestores governamentais, especialistas e estudiosos no assunto compõem o público mais numeroso; a participação, todavia, é aberta a qualquer pessoa interessada. “Em um único dia, haverá palestras simultâneas e on-lines, com grandes referências da tecnologia da segurança cibernética de todo o mundo”, assinala o organizador.

O evento também sediará o CyberEdTalks, realizado mundialmente pelo Information Security Media Group (ISMG), o principal provedor de mídia da comunidade de segurança da informação. Mais detalhes e o link para a inscrição estão no endereço: www.cybersecuritysummit.com.br

MAIS INFORMAÇÕES
• Sobre a Apura:https://apura.com.br/

Startup lança degustação virtual de vinhos inédita no País

Startup lança degustação virtual de vinhos inédita no País

Com a pandemia provocada pelo Covid-19, os brasileiros precisaram mudar completamente suas rotinas em casa e no trabalho e também ficaram privados de opções de lazer e entretenimento por conta do isolamento social. E foi justamente nesse cenário de crise e restrições que dois empresários paranaenses enxergaram uma oportunidade de negócio. Ancorados no tripé tecnologia, logística e vinho, criaram a startup “Talk Wine”, primeira plataforma brasileira de degustação virtual em larga escala. A expectativa é reunir até mil pessoas, de diferentes regiões do País, a cada encontro. 


Ela funciona da seguinte maneira: o consumidor acessa o site da Talk Wine; escolhe a degustação virtual com a qual mais se identifica (há datas e temáticas diferentes) e compra o passaporte; recebe em casa o kit com dois vinhos, cardápio de receitas para harmonização e dicas para aproveitar ao máximo a participação. No dia e hora programados, basta acessar a live e vivenciar a experiência pela smart TV, tablet ou smartphone. Tudo no conforto e segurança do lar e na companhia dos familiares. E se quiser rever a degustação, também é possível: as transmissões são ao vivo mas permanecem gravadas, permitindo que se assista quantas vezes quiser. 

“A proposta da Talk Wine é de ir além da tão falada democratização do vinho e levar o melhor deste universo, em apenas um clique, para qualquer cidade do Brasil. Estamos investindo em tecnologia para desenvolver uma plataforma online de fácil navegação, segura e intuitiva na hora da compra. Trabalhamos, também, para desenvolver uma logística eficiente que garanta a distribuição dos kits no tempo necessário. Um produto amigável, escalável e acessível”, adianta o cofundador André Barros.  

O empreendedor conta ainda que foi dada especial atenção à escolha de quem vai levar as experiências até a casa dos clientes. “Vamos aproximar os amantes da bebida e a próxima geração de apreciadores por meio de experiências surpreendentes que unem vinho, entretenimento, música, cinema e gastronomia. Além disso, estamos fechando parcerias com profissionais de renome na cena nacional e internacional”, destaca o também fundador da Talk Wine, José Roberto Mattos. 

Lives – Marcelo Copello, um dos principais formadores de opinião da indústria do vinho no País, com expressiva carreira internacional e seis livros publicados, em português, espanhol e inglês, premiados no Brasil e exterior, é a principal aposta da startup. As experiências de estreia do negócio, com os temas Portugal e Vinho & Cinema, têm curadoria e serão conduzidas pelo jornalista – que promete enriquecer ainda mais as lives da Talk Wine convidando sommeliers, enólogos, músicos e chefs de cozinha. Um curso de iniciação também já estão na programação de Copello. Outros nomes de destaque no País também já assinaram como palestrantes da Talk Wine: Jorge Lucki (especialista formado pela Academie du Vin de Paris), Suzana Barelli (jornalista e profunda conhecedora da bebida) e Gabi Frizon (empreendedora e sommelière). 

Mercado – Em países como Portugal cada pessoa consome, em média, 62 litros de vinho por ano. França e Itália ocupam a segunda e terceira colocação, com 50 e 44 litros, respectivamente. No Brasil, em 2019, a média ficou em 2,13 litros de vinho por habitante. Ainda que tímido se comparado a outras nações, o consumo nacional vem crescendo. Dados do ranking da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), apontam que já ocupamos o 17º lugar na lista dos maiores consumidores. 

Copello lembra que, apenas 30 milhões de brasileiros consomem vinho ao menos uma vez por mês, considerando um total de 180 milhões com mais de 18 anos. “Nossa relação com a bebida é recente, ela vem se popularizando desde os anos 90. Ou seja, há um universo gigante de novos apreciadores a ser explorado pela Talk Wine”, diz. 

Ainda segundo o especialista, o brasileiro tem uma relação de medo e fascínio quando o assunto é vinho. “Muitas pessoas acham que é uma falta grave não conhecer profundamente a bebida, e isso é um erro. Nossa missão é desfazer tal sentimento. Não é preciso ser um estudioso para apreciá-lo. Vou mostrar nas experiências da Talk Wine que a degustação pode ser um entretenimento agradável e democrático, uma viagem cultural única. Vamos reunir o Brasil online para tomar vinho”, ressalta Copello.  

Passaportes – Além dos passaportes, que custam a partir de R$400,00, a plataforma Talk Wine terá, na primeira fase do negócio, conteúdo exclusivo gratuito, um e-commerce e cartão-presente virtual. “Também está nos nossos planos, ainda para 2020, o lançamento de infoprodutos, como cursos online e livros virtuais, e a criação de um clube de assinaturas, além de soluções corporativas”, finaliza Mattos.

Sobre a Talk Wine

Primeira plataforma brasileira de degustação virtual de vinhos em larga escala, a Talk Wine tem como proposta de valor ir além da tão sonhada democratização do vinho e levar o melhor deste universo em um clique. A startup paranaense aproxima os já amantes da bebida e a próxima geração de apreciadores por meio de experiências surpreendentes que unem vinho, entretenimento, música, cinema e gastronomia: sommeliers, enólogos, músicos e chefs de cozinha na tela da smart tv, computador ou smartphone e você aproveitando cada minuto do evento no conforto e segurança da sua casa.

×

Olá!

Clique em um de nossos representantes abaixo para bater um papo no WhatsApp ou envie um e-mail para contato@tempodeinovacao.com.br

× Como posso te ajudar?